Escolha uma Página
Diferenciais exclusivos que apenas nossos clientes possuem

Diferenciais exclusivos que apenas nossos clientes possuem

Um gestor industrial que deseja o melhor para o início dos seus processos sabe como é importante analisar com cautela as parcerias firmadas junto aos seus fornecedores, já que elas influenciam diretamente a qualidade final de seus produtos.

Além do prestígio que a destaca no cenário nacional e internacional, a Fimaco acumula uma série de diferenciais que a tornam a melhor escolha para os clientes que prezam por tradição, inovação e excelência nos seus equipamentos.

Descubra, a seguir, quais os fatores que a tornam uma excelente opção em seu mercado de atuação e quais os diferenciais exclusivos que seus clientes possuem!

Por que optar pela Fimaco?

Nós da Fimaco oferecemos soluções completas, integradas e inovadoras na transformação e no armazenamento de combustíveis e produtos em energia.

Com base em relações sólidas e sustentáveis com nossos clientes, exportamos soluções tecnológicas para diversos países da América Latina, que contribuem para a base de excelência que hoje nos posiciona como referência no setor.

Entre os princípios que norteiam as atividades e nos tornam destaque nos segmentos de tanques industriais, reciclagem animal, energia e biomassa, estão os valores de:

  • Integridade, que diz respeito ao compromisso contínuo de praticar um relacionamento positivo, honesto e confiável junto aos parceiros
  • Criatividade e inovação, que representam os desafios diários dos gestores em prol da manutenção da melhoria contínua
  • Responsabilidade, que demonstra o foco na excelência, meio para que a eficácia pessoal e de equipe tragam sempre os resultados esperados
  • Consciência, que destaca o comprometimento com os melhores padrões possíveis de qualidade e segurança, a fim de garantir um trabalho sempre livre de erros.

Com uma história que teve início em 1970 na cidade de Esperanza, Santa Fé, Argentina, mantemos o foco na qualidade e na responsabilidade com nossos parceiros, aliando sempre a tradição com o que há de mais inovador na área.

Reafirmando o compromisso com o público interno e externo, mantemos um severo padrão de melhoria contínua, desenvolvendo estratégias para a manutenção da cultura de qualidade que é refletida em nossos produtos.

Quais os diferenciais exclusivos que só nossos clientes possuem?

Colaboradores da Fimaco

Mais que o histórico e os compromissos que nos reafirmam como a melhor opção para o início dos seus processos industriais, ainda dispomos de alguns diferenciais exclusivos que nos tornam ainda mais vantajosos para nossos clientes!

Entre os diferenciais exclusivos que só os nossos clientes possuem, estão pontos como:

Integração entre o departamento comercial e de engenharia

Por meio de um padrão organizacional que integra as equipes de engenharia no mesmo ambiente em que a equipe comercial, nossos profissionais conseguem realizar um atendimento com foco integral nas demandas e necessidades de nossos clientes.

Dessa maneira, a execução de cada projeto é feita com os melhores níveis de inovação e qualidade possíveis, através de um atendimento alinhado com a execução e pautado no melhor padrão orçamentário, de assistência técnica e pós-venda.

De acordo com o consultor do Frigorífico Gessner, Murilo, ao optarem pela instalação de uma planta de reciclagem animal da Fimaco, um ponto diferencial notado foi a conexão entre os times de engenharia e vendas.

“Quero aproveitar para elogiar toda a parte comercial e de engenharia da Fimaco. […] Normalmente o comercial e as engenharias não são integradas, e na Fimaco não foi assim. A gente tem só a elogiar, tudo que foi tratado comercialmente está acontecendo também na parte de engenharia. ”

Acesso online a todo o projeto e aos testes antes da entrega

Ao contrário de outras empresas do mesmo ramo, que só permitem que os clientes atestem o padrão acordado no orçamento após a execução dos projetos, nós oferecemos acesso online a todas as etapas, bem como, aos testes padrões.

Isso permite que os próprios clientes possam verificar a qualidade das obras, tendo ainda mais tranquilidade em relação à entrega e liberdade para realizar eventuais adequações, em uma fase que elas sejam mais fáceis e menos onerosas.

Essa vantagem ainda elimina as barreiras físicas que eventualmente gastam o tempo e o dinheiro dos gestores que precisam se deslocar para conferir a execução dos projetos e os seus testes de qualidade, que assim podem ser conferidos online.

Como se não bastasse, isso ainda diminui os impasses burocráticos durante as conferências realizadas pelas equipes internas e gerenciais, que passam a ter uma fonte integrada e atualizada de informações em qualquer dispositivo móvel ou desktop.

Mais de 40 anos de experiência no mercado

Só uma empresa que já está há 4 décadas promovendo inovação e investindo no desenvolvimento de novas tecnologias é capaz de atingir um nível excepcional de qualidade nas soluções que entrega e de satisfação nas parcerias que firma.

Com seu comprometimento e expertise, a Fimaco rapidamente conquistou a posição de líder no mercado argentino, o que a alavancou em todo o cenário latino americano, onde coleciona cada vez mais parceiros e destaque nos países em que atua.

Quem investe nos tanques industriais, soluções de reciclagem animal ou energia e biomassa da empresa, acumula a excelência, além da certeza e da tranquilidade, de quem há 40 anos preserva parcerias de grande relevância e sucesso.

Entre os produtos desenvolvidos pela Fimaco ao longo de sua história, destacam-se soluções específicas para os segmentos:

  • De tanques industriais, que atendem às fases de produção, tratamento, transporte, refino e distribuição, além de inventários e reservas para indústrias químicas, cosméticas, alimentícias, farmacêuticas e petrolíferas
  • Plantas de reciclagem animal, que é indispensável para as indústrias alimentícias garantirem um melhor destino aos resíduos animais
  • Energia térmica, por meio de caldeiras, soluções de secagem, plantas inteiras de geração e pátios de biomassa, que incluem sistemas completos para recepção, processamento, classificação, manuseio e armazenagem de todo tipo de biomassa.

E você, precisa de alguns desses processos na sua indústria? Quer desfrutar dos diferenciais exclusivos que só a Fimaco tem? Então entre em contato agora mesmo com a nossa equipe e descubra a solução que mais se encaixa para sua empresa!

Solicitar orçamento

Pátio de biomassa: Conheça sua importância e saiba como funciona

Pátio de biomassa: Conheça sua importância e saiba como funciona

Dentre as opções em biomassa na geração de energia, a madeira (cavaco) vem sendo o combustível mais interessante do ponto de vista tecnológico, econômico e ambiental. Entretanto, para que seja utilizada como biomassa, a madeira precisa ser pré-processada, a fim de torna-la ideal, daí a importância de se ter um pátio de biomassa.

O pátio de biomassa é caracterizado por um conjunto de equipamentos utilizados para recepção, movimentação, classificação e armazenagem da biomassa que posteriormente será utilizada em queimadores, fornalhas e caldeiras na geração de calor e energia.

Para saber o que é um pátio de biomassa, como se dá seu funcionamento e como é o processamento da biomassa acompanhe nosso conteúdo de hoje.

Pátio de biomassa: todos os processos de beneficiamento

A utilização da biomassa da madeira como fonte de energia elétrica, vem crescendo ano após ano no Brasil, contribuindo significativamente para tornar a matriz energética do país mais sustentável e limpa.

Pátio de biomassa: todos os processos de beneficiamento - Fimaco

Mas para que a biomassa tenha a eficiência e o rendimento desejados na geração de energia, é necessário que ela passe por alguns processos prévios, sendo esses realizados em um pátio de biomassa.

Dessa forma, o pátio de biomassa é destinado a todo o processamento deste combustível, como a recepção, movimentação, classificação, manuseio e armazenagem da biomassa, tornando-a ideal para o processamento seguinte, possibilitando um melhor rendimento possível.

O caminho da biomassa no pátio

Quando chega ao pátio de biomassa, o material que será utilizado como combustível passará por alguns equipamentos que irão preparar o material para uso seguinte, é como se fosse um caminho comum. Esse material passará basicamente por 3 setores:

1) Recepção; 2) Transporte e classificação e 3) Armazenamento e classificação.

O primeiro setor representa o início do caminho da biomassa, ou seja, quando ela chega ao pátio por meio de caminhões. Esse setor é caracterizado pelos Sistemas de Recepção, que incluem diversos equipamentos responsáveis por receber as toras e resíduos de madeira, prontamente iniciando seu preparo e processamento.

Os equipamentos destinados à recepção são: mesas de impacto e mesa de dosagem (que fazem a recepção de madeira cortada nos mais variados tamanhos), moegas de recepção de correntes ou roscas e equipes de trituração (picadores).

Em seguida há o processo de Transporte e Classificação destes materiais, permitindo o manuseio e a homogeneização da madeira seguindo rigorosos padrões internacionais, considerando sempre as características do material, ângulo de acomodação, densidade, fator de preenchimento e desperdício.

O terceiro setor é o responsável pelo Armazenamento e a Remoção da Biomassa.

Esse setor é composto pelos silos (horizontais ou verticais), que são estruturas metálicas ou de alvenaria, com variadas formas construtivas e dimensionadas de acordo com o volume requerido do cliente e tempo de permanência necessário. Também, possibilitam otimização do espaço e proteção do material contra o clima.

Esses equipamentos destinam-se ao armazenamento dos mais variados tipos de biomassa. Além disso, por meio de roscas extratoras, há a possibilidade que o material armazenado seja capturado por meio do conceito FIFO (First-in-First-Out), possibilitando mais eficiência e otimização ao sistema.

Vantagens de um pátio de biomassa de qualidade

Em razão da maior popularização dos combustíveis limpos (caso da biomassa da madeira), o pátio de biomassa vem ganhando bastante representatividade nos últimos anos, e com o avanço da tecnologia vem se tornando mais eficiente e com ótimo rendimento.

Vantagens de um pátio de biomassa de qualidade

Em razão disso, as principais vantagens de um moderno pátio de biomassa atualmente produzido são:

  • Sistemas cada vez mais compactos e automatizados;
  • São mais econômicos e apresentam sistemas de instalação mais simples;
  • Seus equipamentos necessitam de baixa manutenção;
  • São de fácil operação, sendo altamente confiáveis;
  • Possibilitam a armazenagem sem a formação de “pontes”;
  • Facilitam o controle de estoque.

Bons pátios de biomassa: segurança e mais vida útil

Para proporcionar os processos por onde a biomassa passará antes de ser utilizada como combustível, um pátio de biomassa deve ser o mais eficiente e seguro possível.

Neste contexto, os equipamentos do pátio de biomassa devem ser sempre desenvolvidos em conformidade com as normas da NR12 e demais normas de segurança vigentes. Também é importante dar atenção a proteções mecânicas, portas de inspeção e identificação de áreas de risco, com consequente adoção das medidas de segurança.

Por fim, para ter um conjunto mais robusto e que apresente maior vida útil é essencial utilizar materiais e componentes de qualidade, proporcionando versatilidade e maior capacidade para suportar as ações do tempo e grandes quantidades de biomassa.

A Fimaco, por exemplo, se preocupa com a segurança do trabalhador e a qualidade dos materiais utilizados em seu pátio de biomassa, proporcionando um conjunto eficiente, seguro e que cumpra seu objetivo com excelência. Vale a pena conhecer.

Quer saber mais sobre a biomassa como fonte de energia? Então receba gratuitamente nosso e-book sobre o assunto. 

Entenda porque a secagem da Biomassa é um processo crucial

Entenda porque a secagem da Biomassa é um processo crucial

A substituição de combustíveis fósseis por fontes renováveis na geração energética já é uma necessidade mundial. Várias são as opções para essa substituição, mas a biomassa é, certamente, umas das formas alternativas de combustível com grandes possibilidades.

Quando utilizada de forma eficiente e sustentável,  o bagaço de cana, casca de madeira, cavacos, serragem, maravalha e outros tipos tem a capacidade de gerar bons volumes de energia mediante inúmeros benefícios ambientais, econômicos e sociais que induzem ainda mais seu uso como combustível.

Porém, para que tenha a máxima eficiência, a biomassa precisa passar por processos de secagem, garantindo que essa forma de combustível tenha melhor poder calórico na geração de energia.

Entenda qual é a importância e vantagens da secagem deste combustível, além dos processos mais utilizados para isso.

Por que secar a biomassa?

Algumas características de combustíveis têm a capacidade de influenciar seu desempenho energético. Sendo que, dentre estas características, a umidade é a mais importante, pois age como um fator limitante.

Dependendo do teor de umidade, haverá redução quanto à eficiência calorífica da geração de energia. Isso porque, a umidade apresenta uma relação inversa com o poder calorífico, ou seja, quanto maior a umidade, menor será a capacidade na geração de energia e vice-versa.

De fato, o teor de umidade representa a característica de qualidade mais importante desta forma de combustível, uma vez que em excesso pode produzir grandes flutuações na produção de energia em caldeiras. Portanto, para melhorar sua eficiência energética, aumentando seu poder calorifico, há a necessidade de realização da secagem da biomassa.

Por meio do processo de secagem, boa parte da umidade presente na biomassa pode ser removida, proporcionando condições ideais para queima direta ou uma ótima briquetagem, destinada a obtenção de briquetes de alta qualidade.

Inclusive há estudos que indicam que o processo de secagem da biomassa pode acarretar em um aumento na geração de energia em torno de 20 a 25%”.

Vantagens do processo de secagem da biomassa

Além da maior eficiência energética, há também outras vantagens e benefícios que indicam o quão importante é o processo de secagem. Dentre as vantagens, a redução no peso e no volume do material é uma das mais importantes, pois facilitará o transporte e o armazenamento desta forma de combustível, proporcionando também custos mais reduzidos.

Além disso, a secagem potencializa a redução de emissões de gases durante a combustão em caldeiras, reduzindo também a quantidade de material necessário durante a queima, devido a maior eficiência.

Por fim, um bom processo de secagem garantirá maior higienização com menores emissões de odores, diminuindo também os custos com tratamentos dessa matéria-prima renovável.

Processos de secagem de biomassa mais comuns

Para a retirada de boa parte da sua umidade, a biomassa pode passar por alguns processos de secagem. Os principais processos são:

Secagem direta

Representada por um tipo de secador que consiste basicamente em um tambor giratório em que se introduz tanto o material como o fluído térmico de secagem. O processo é realizado a uma temperatura elevada, variando entre 300 a 800ºC.

Este tipo de secagem consiste em introduzir os gases quentes procedentes de qualquer zona de emissão de calor (queimadores de gás, queimadores de biomassa, gases de escape de motores de coogeração) diretamente no tambor.

A mistura de gás e vapor obtida pode ainda ser submetida a um processo de lavagem ou filtração, principalmente quando o produto contém partículas em suspensão prejudiciais.

Secagem indireta

Neste caso, o fluido térmico é o próprio ar que é aquecido por meio de um trocador de calor, passando pelo secador de biomassa e por um condensador, voltando a ser aquecido para ser utilizado novamente, formando um circuito fechado.

Este processo apresenta grande eficácia do ponto de vista ambiental, sendo indicado para produtos com substâncias voláteis de alta toxidade.

Secador rotativo de biomassa de um Estágio

Estes tipos de secadores são construídos com aletas soldadas no interior do secador pelo comprimento total do seu tambor.

A medida que o tambor gira de maneira constante, as aletas levantam a biomassa que passa por uma fonte de ar quente. Ao mesmo tempo, barreiras especialmente projetadas ajudam a manter um transporte mecânico e pneumático consistente das partículas de biomassa através do secador.

Assim, o processo de secagem se dá quando a biomassa é suspendida na fonte de ar quente. Assim que a umidade é reduzida, o produto seco é transportado até um sistema de coleta pela pá da hélice do secador.

Secador rotativo de biomassa de três estágios

Este secador é constituído por dois cilindros concêntricos dentro de um grande cilindro exterior. Estes cilindros fixos estão alinhados para girar à mesma velocidade.

Dessa forma, quando a biomassa passa pelo cilindro mais ao interior, é exposta à temperatura mais elevada proveniente dos gases quentes. Como a biomassa é transmitida pneumaticamente para o cilindro exterior por uma ventoinha, é exposta a temperaturas e velocidades mais baixas dos gases quentes e do ar.

Por fim, assim que a quantidade adequada de umidade for removida, o material final é transmitido ao coletor e separado do fluxo de gases quentes.=

Gostou deste conteúdo? Então aproveite e saiba como você pode ganhar dinheiro com a reciclagem animal.

Como o mundo está mudando sua matriz energética para reduzir as emissões?

Como o mundo está mudando sua matriz energética para reduzir as emissões?

Você já reparou que a necessidade energética mundial cresce na mesma proporção da população mundial? Tal fato vem implicando na necessidade de transição da matriz energética mundial, que, ao mesmo tempo, precisa gerar mais energia, que precisam ser mais limpas. Neste sentindo, a biomassa pode ser uma das saídas.

Neste contexto, deve-se atender o aumento da demanda mundial por energia, mas é necessário também reduzir os efeitos da poluição por ela causada. Assim, diversos países ao redor do mundo estão buscando mudar a sua matriz energética para garantir um desenvolvimento mais sustentável. Uma ótima forma para conseguir isso é o uso de energias renováveis (energia solar, eólica e biomassa), que são energias limpas e podem ajudar a atender a demanda crescente por energia no mundo. 

Neste sentido fica a questão: Como os países ao redor do mundo estão conseguindo mudar a matriz energética interna em busca de maior sustentabilidade?

Energias renováveis: O futuro da matriz energética mundial 

O petróleo e demais combustíveis fósseis ainda são as principais fontes de energia da matriz energética mundial. Entretanto, os combustíveis fósseis liberam gases altamente poluidores ao meio ambiente, além de contribuírem negativamente com o efeito estufa. Além disso, essa fonte energética acabará um dia (dia esse que está cada vez mais próximo).

Assim, muitos países (Europeus, EUA e Japão, principalmente) começaram a repensar a matriz energética interna a fim de garantir uma geração de energia mais limpa e que atenda o crescimento populacional. Para isso realizam políticas públicas bem fundamentadas e captam altos investimentos privados e públicos.

Com essas medidas, a tendência é que dentro de 20 anos, as energias renováveis terão a capacidade de contribuir com a transição da matriz energética mundial, pavimentando o caminho para uma nova era de geração mais limpa e sustentável.

No atual momento bilhões de dólares já são investidos em fontes renováveis de energia, caso da energia eólica, solar e biomassa. A expectativa mundial é que até 2040, os investimentos em energias renováveis sejam superiores aos realizados em energias fósseis. Esses investimentos, mostram que o mundo está se mexendo por um mais futuro iluminado.

Países que adotam a energia limpa

Como já dito, a mudança da matriz energética mundial já está em curso há alguns anos. Muitos países inclusive já começam a conquistas resultados bastante satisfatórios.

Um levantamento realizado pelo Conselho Mundial de Energia (WEC, na sigla em inglês) indicou que o mundo está mais sustentável e vários países já têm comportamento mais sustentável do ponto de vista energético.

Conheça os 3 primeiros deste ranking mundial de energia (dados do levantamento de 2015).

  1. Suíça: É o país com a matriz energética mais sustentável do mundo, se destacando pela redução do impacto ambiental da geração de eletricidade, com apenas 1,4% de sua matriz alimentada por térmelétricas movidas a combustíveis fósseis.
  2. Suécia: A Suécia se destaca na questão ambiental, já que 98% da sua produção de eletricidade é proveniente de fontes com zero emissão de carbono.
  3. Dinamarca: Sua matriz é dividida em: hidroeletricidade (96,8%), usinas térmelétricas (1,8%) e outras fontes renováveis (1,3%).

Neste ranking elaborado pela WEC, o Brasil figura na 37º posição, dentre 130 países.

E o Brasil: Somos “abençoados por natureza”

Do ponto de vista energético, o Brasil é um país realmente “abençoado”. Possuímos a matriz energética mais renovável do mundo industrializado. Aproximadamente 45% de toda a produção energética brasileira é proveniente de recursos renováveis.

Entre as principais fontes podem ser citados o etanol, a biomassa e os recursos hídricos, além das energias solar e eólica (em menor proporção). Várias são as razões para a popularização destas formas energéticas no Brasil. Vejamos as principais:

– Temos vento, muito sol e fontes de água em abundância, que serão responsáveis pelas energias eólica, solar e hidrelétrica, respectivamente.  

– Nosso país é essencialmente agrário, assim detém grandes áreas destinadas à plantação de cana-de-açúcar, utilizada para a produção de etanol;

– A grande extensão do país também garante uso sustentável de florestas. Estas, por sua vez, podem são utilizadas para produção de biomassa que abastecerá caldeiras e geradores de vapor.

Apesar das suas qualidades, o Brasil ainda está atrás das grandes potências mundiais em geração de energia. Para ganhar posições no ranking mundial de geração energética, o país deve aumentar seus investimentos e buscar avançar no ponto de vista político e econômico dentro do setor.

Papel da biomassa na transição da matriz energética mundial

Muitas pessoas acreditam que a alta tecnologia empregada nas já instaladas plantas eólicas e solares ao redor do mundo serão as grandes responsáveis pela mudança da matriz energética mundial.

Essas pessoas até podem ter razão, visto que a geração energética mundial passou por avanços tecnológicos bastante expressivos nas últimas décadas. Porém, há um protagonista nessa transição da matriz energética mundial com grau de importância ainda maior.

Estamos falando da biomassa que, tem total capacidade e características para ser combustível renovável mais usado no planeta.

Nas suas diversas formas, a biomassa responde por cerca de metade do consumo de energia renovável da Europa. Além disso, a biomassa, pode ser responsável pela transição da matriz energética mundial, já que tem todas as características necessárias para a produção de uma energia mais limpa.

Dentre todas essas características, podemos indicar que a biomassa:

  • É uma fonte renovável e ecológica;
  • É pouco poluente, pois não emite dióxido de carbono (de acordo com o ciclo natural de carbono neutro);
  • Contribui com o desenvolvimento rural e regional;
  • É barata e se apresenta em larga escala, principalmente no Brasil.

Por essas características, a geração de energia a partir da biomassa deixou de ser a “indústria que faz uso do resíduo” para se tornar um novo tipo de indústria, destinado à produção de biomassa que será utilizada exclusivamente como combustível.

As novas fontes de energia talvez não tenham a capacidade de substituir por completo as fontes mais tradicionais, mas representam o início da transição da matriz energética mundial, tornando-a mais limpa e sustentável.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite e saiba o que é a Reciclagem Animal e como obter lucros com ela.

Energia de Biomassa: Conheça seus tipos e principais benefícios

Energia de Biomassa: Conheça seus tipos e principais benefícios

As questões sustentáveis representam um dos assuntos de maior importância e relevância atual em todo o planeta. Nesta conjuntura, a energia de biomassa vem ganhando bastante destaque, pois pode produzir altas quantidade de energia usando combustíveis renováveis.

Quando utilizada, a biomassa se comporta como um eficiente combustível, com poder de produzir eletricidade e energia, mas também vapor de maneira bastante acessível do ponto de vista econômico e social.

Mais do que isso, a geração de energia de biomassa é caracterizada por ser bastante limpa e renovável, substituindo de forma eficiente os combustíveis fósseis, caracterizados como não renováveis.

Entenda mais sobre esta tecnologia, suas vantagens e de que forma ela pode contribuir na geração de energia mais limpa.

Energia de biomassa: Saiba mais sobre esse combustível

Por definição, biomassa é toda matéria orgânica, seja de origem vegetal ou animal, que tem potencial para ser utilizada na produção de energia. Também deve ser uma fonte renovável, diferentemente dos combustíveis fósseis, que não são renováveis.

A biomassa é obtida em uma variedade bem grande destes recursos renováveis, como plantas, madeira, resíduos de atividades agrícolas (bagaço, casca de arroz, entre outros), excrementos e, até o lixo.

Hoje, no Brasil aproximadamente 30% das necessidades de energia são supridas pela energia de biomassa, tendo as seguintes formas como as mais significativas:

  • Lenha para gerar energia em padarias, cerâmicas e pequenos processos industriais;
  • Carvão vegetal utilizado na redução de ferro gusa em fornos siderúrgicos e, combustíveis alternativos em diversas fábricas de cimento, principalmente nas regiões Norte e Nordeste;
  • Queima de carvão mineral, álcool etílico ou álcool metílico, para fins carburantes e para indústria química;
  • Cavaco, chips e resíduos de atividades agrícolas para geração de vapor para processos industriais.

Devido às suas várias funcionalidades, a energia de biomassa é considerada em todo o mundo como o combustível do futuro, estando a frente inclusive da energia eólica e solar.

Tipos de biomassa utilizados para gerar energia

Várias são as matérias primas utilizadas como combustível para gerar energia de biomassa. Mas, em geral, os tipos mais comuns costumam ser decorrentes de:

  • Vegetais não lenhosos;
  • Vegetais lenhosos;
  • Resíduos orgânicos.

Neste sentido, a indústria de madeira e florestamento são grandes fornecedoras de biomassa na forma de toras, lenhas e pellets para a produção de energia de biomassa, assim como a indústria agrícola, tendo como exemplo a indústria de arroz e coco verde, cuja cascas não utilizadas podem transformar-se em uma importante fonte de energia.

Além disso, a indústria destinada à produção de etanol e açúcar costumam gerar alto volume de resíduo, caso do bagaço da cana-de-açúcar. Este, por sua vez, pode ser uma fonte de combustão com boa capacidade em gerar eletricidade.

Benefícios do uso da energia de biomassa

Produzir energia de biomassa represente o futuro da geração de energia em todo o mundo – e, esse futuro já começou. Muitos podem ser os benefícios quanto ao uso deste tipo de combustível. Entre os principais benefícios do uso da energia a partir da biomassa, podemos citar:

  • Ótima opção de energia sustentável, já que é renovável e gera baixas quantidades de poluentes, não emitindo dióxido de carbono;
  • A biomassa sólida apresenta baixo custo, além disso suas cinzas são menos agressivas para o ambiente;
  • Causam menor corrosão aos equipamentos, como caldeiras e fornos;
  • Pode contribuir significativamente com a diminuição do efeito estufa e do aquecimento global;
  • Importante para o ciclo natural, pois faz uso de recursos que são por muitas vezes inesgotáveis e, que quase não alteram a temperatura do planeta.

Agroindústria e biomassa: Sintonia perfeita

Além de todos os benefícios apresentados, há um benefício bastante claro diretamente ao agronegócio brasileiro.

Todos sabemos que nosso país, tem por característica apresentar constante e elevado crescimento da sua agroindústria, principalmente a agroindústria da cana-de-açúcar e da produção de madeira (pinus e eucalipto).

Tal fato coloca o País em posição de destaque no desenvolvimento de alternativas para a geração de energia a partir dos recursos renováveis.

Devido ao tamanho da agroindústria nacional, a quantidade de resíduos gerados é bem grande. Assim, a geração de energia de biomassa se configura uma das opções mais vantajosas para produtores agrícolas, uma vez que se utilizam as sobras de produção para gerar energia, tornando um investimento de baixo custo e elevado retorno.

Assim, o desenvolvimento de novos projetos de energia de biomassa, que usam estes resíduos como combustível só tem crescido, seja para consumo interno, seja para compartilhar com a comunidade. Tal ocorrência vem garantindo queda no consumo e custo de energia elétrica e contribuindo com a sustentabilidade.

A energia de biomassa é sustentável e gera lucro, assim como a reciclagem animal. Então saiba mais como utilizar a reciclagem animal para gerar lucro.