Escolha uma Página
Tanques industriais – o que são e para quem são indicados?

Tanques industriais – o que são e para quem são indicados?

Os tanques industriais são imprescindíveis para qualquer tipo de indústria! Empregados para as mais diversas funções, eles possuem diferentes modelos e formas, que podem ser utilizados desde o início até as últimas etapas dos processos produtivos. 

Descubra neste conteúdo o que são os tanques industriais, quais são suas utilidades e a diferença entre os modelos verticais e horizontais! Continue a leitura!

O que são tanques industriais e para que eles servem?

Geralmente empregados no armazenamento de líquidos e gases, os tanques industriais são recipientes estáticos com dimensões variáveis, que vão desde pequenas unidades com menos de 1m até opções com mais de 50m de diâmetro.

Sua construção é marcada pelo uso de materiais de alta resistência, a fim de garantir a maior eficiência possível. Os principais deles são o aço inoxidável e o carbono.

Empregados em uma ampla gama de processos industriais, os tanques podem atender desde a produção e o tratamento de materiais, até o transporte, refino e distribuição, bem como inventários e reservas.

Diversos segmentos da indústria utilizam os tanques, sendo que os mais comuns deles são o químico, cosmético, alimentício, farmacêutico e petrolífero.

Confira com mais detalhes, no item a seguir, quais são as finalidades mais comuns dos tanques industriais.

Quais são as suas principais funcionalidades?

Enquanto equipamentos voltados ao armazenamento de líquidos e gases comprimidos, os tanques industriais podem ser classificados de diversas maneiras, que levam em consideração o seu tipo de uso. São elas:

  • Tanques de matérias-primas, responsáveis pelo armazenamento de grandes quantidades de suprimentos indispensáveis para as plantas industriais, que incluem desde gases até líquidos inflamáveis
  • Tanques de produtos intermediários, que inclui o estoque de produtos finais em determinadas unidades e matérias-primas para outras, tornando possíveis operações conjuntas
  • Tanques de produtos finais, que desempenha a função de estocagem para produtos acabados antes de sua distribuição final
  • Tanques de resíduos, em que são armazenados produtos provenientes de operações indevidas ou fora de especificação, que estão em processo de espera para reprocessamento ou destino.

O armazenamento possibilitado pelos tanques industriais é imprescindível para qualquer produção, já que atua como um pulmão entre a produção e o transporte, possibilitando a absorção de eventuais variações de consumo.

Além disso, eles também fornecem flexibilidade operacional aos processos produtivos e atuam como um ponto de referência para a medição de despachos.

Mais que a classificação pelo tipo de uso, os tanques industriais também podem ser divididos entre verticais e horizontais, que possuem funções distintas. Saiba mais sobre as suas diferenças no próximo item.

Qual a diferença entre os tanques industriais cilíndricos verticais e horizontais?

Outra forma comum de classificação para os tanques industriais os separam em dois grandes grupos: os tanques cilíndricos verticais e os horizontais.

Para definir qual é o mais adequado para cada processo, é preciso ponderar suas principais características e funcionalidades. Confira:

Tanques industriais cilíndricos verticais

São os tanques industriais mais comuns do mercado, sendo capazes de se adequar a capacidades alternadas de armazenamento, sem grandes preocupações em relação à sua resistência, que é significativamente elevada.

Seu uso mais comum se dá quando a demanda pelo estoque de fluidos é relativamente grande, contando inclusive com revestimento interno feito por meio de materiais diferenciados.

O tipo do material escolhido para o revestimento varia conforme as características físicas do material armazenado, bem como, suas necessidades de segurança.

Os tanques industriais cilíndricos de fundo plano se destacam pela capacidade de armazenar grandes quantidades volumétricas a baixo custo. Sua única limitação é o uso da pressão atmosférica ou de pressões internas relativamente pequenas.

Tanques industriais cilíndricos horizontais

O uso mais comum dos tanques industriais horizontais se dá em processos com baixo consumo de fluido.

Assim como a opção anterior, seu revestimento interno é diferenciado e pode variar de acordo com a eficiência desejada em relação ao líquido armazenado.

Ao contrário dos verticais, os tanques horizontais não precisam limitar-se ao uso de pressões muito baixas, mas sua instalação demanda mais espaço físico no solo, o que pode atrapalhar indústrias em que o espaço disponível é um empecilho técnico.

E então?

Você viu que falamos sobre o que são os tanques industriais, quais suas funcionalidades e ainda, as diferenças entre os modelos verticais e horizontais.

Esse entendimento é essencial para que sua escolha seja mais eficaz e proporcione maior produtividade e qualidade nos processos do seu negócio.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo e confira nosso infográfico gratuito com outros detalhes importantes sobre os tanques industriais e as aplicações de cada modelo!

Download infográfico Conheça os diferentes modelos de tanques industriais

Tanques industriais – saiba quais requisitos sua empresa precisa atender antes de adquirir!

Tanques industriais – saiba quais requisitos sua empresa precisa atender antes de adquirir!

Geralmente destinados ao armazenamento de líquidos, os tanques industriais são indispensáveis para a produção, tratamento, transporte, refino, distribuição, inventários e reservas de resíduos.

Além do seu papel importantíssimo para a preservação ambiental e suas vantagens econômicas para as indústrias, esse tipo de equipamento é também fundamental para garantir alinhamento às exigências previstas em lei.

A seguir, entenda qual é a importância do respeito aos principais requisitos que regem o setor, o que versam as principais normas técnicas e legais da área e o que são as API e suas principais aplicações!

Qual a importância do respeito aos requisitos mínimos para a instalação de tanques industriais?

Qualquer atividade industrial gera resíduos e efluentes que, por sua natureza física, química e biológica, afetam diretamente a qualidade da água e do solo que eventualmente entram em contato com eles, gerando sua poluição.

É justamente esse fator que torna o armazenamento adequado em tanques industriais tão importante, bem como, correta quantificação e caracterização desses despojos, de modo a garantir que eles tenham o tratamento e destino adequados.

Em situações em que o tratamento não possa ser feito dentro das próprias indústrias, é necessário que os resíduos sejam encaminhados para empresas destinadas a essa finalidade, de modo a gerar os menores impactos ambientais possíveis.

Ao garantir o armazenamento correto, os negócios não só agregam mais agilidade à coleta dos rejeitos, como também, a segurança da sua manipulação, a redução de desperdícios, além de economia no transporte, graças ao planejamento dos volumes.

Muito além do alinhamento às questões ambientais, está o ganho de produtividade nas operações internas, já que o tratamento de resíduos pode gerar subprodutos que podem ser explorados comercialmente.

Como se não bastasse, esse tipo de cuidado também evita multas, uma vez que o uso de tanques industriais está submetido a uma série de normas específicas. Saiba mais sobre elas no item a seguir.

O que dizem as normas técnicas e legais sobre o tema?

O armazenamento de produtos químicos, alimentícios, farmacêuticos e petrolíferos exige a aprovação do Poder Público.

Dentre as situações previstas, estão as licenças ambientais para itens potencialmente poluidores e a aprovação do Corpo de Bombeiros vinculados ao Estado em que a indústria está localizada.

Além disso, também existem produtos controlados pelo Exército ou Polícia Federal, que exigem licenciamento dos mesmos, bem como, pela Agência Nacional de Petróleo, como é o caso do gás natural e do próprio petróleo.

Existem também normas e portarias que, em seu escopo, também versam sobre os tanques industriais. As principais delas são:

Portaria MINTER 124/80

Trata-se de uma portaria criada para tratar sobre a localização de indústrias potencialmente poluidoras, que visa a contenção de líquidos que possam atingir sistemas hídricos.

Dentre as 11 obrigações previstas no instrumento, é o segundo artigo que aborda os tanques industriais:

II – Todo depósito projetado ou construído acima do nível do solo, para receber líquidos potencialmente poluentes, deverá ser protegido, dentro das necessárias normas de segurança devendo ser construídos, para tanto, tanques, amuradas, silos subterrâneos, barreiras ou outros dispositivos de contenção, com a capacidade e a finalidade de receber e guardar os derrames de líquidos poluentes, provenientes dos processos produtivos ou de armazenagem.

Norma Regulamentadora 20

É uma NR que trata sobre segurança e saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis. Especificamente sobre os tanques, a norma aborda os seguintes pontos nos itens:

20.5. Projeto da Instalação

20.5.1. As instalações para extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis devem ser projetadas considerando os aspectos de segurança, saúde e meio ambiente que impactem sobre a integridade física dos trabalhadores previstos nas Normas Regulamentadoras, normas técnicas nacionais e, na ausência ou omissão destas, nas normas internacionais, convenções e acordos coletivos, bem como nas demais regulamentações pertinentes em vigor.

20.5.2.2 No projeto, devem ser observadas as distâncias de segurança entre instalações, edificações, tanques, máquinas, equipamentos, áreas de movimentação e fluxo, vias de circulação interna, bem como dos limites da propriedade em relação às áreas circunvizinhas e vias públicas, estabelecidas em normas técnicas nacionais.

Norma Técnica 17505

A NBR 17505, do item 1 ao item 7, versa sobre o Armazenamento de Líquidos Inflamáveis.

Entre os principais temas abordados estão questões como o armazenamento em tanques, sistemas de tubulações, requisitos para instalações e até mesmo parâmetros para tanques portáteis.

Além das questões legais mencionadas até aqui, existem também parâmetros de organizações internacionais que estabelecem as principais práticas do setor de tanques industriais.

Dentre as associações mais ativas e respeitadas na área, que garante alinhamento internacional às indústrias, está a American Petroleum Institute, que visa melhorar a eficiência construtiva dos tanques e o custo-benefício de suas operações.

Como as normas API se destacam nesse cenário?

Apesar das diretrizes API serem dos Estados Unidos, o Brasil e outros países utilizam seus parâmetros de inspeção, manutenção e reparos para garantir um gerenciamento completo e adequado dos tanques industriais. As principais delas são:

  • API 650, que regula o design, soldagem, inspeções e instalação dos tanques industriais, geralmente para óleo, gasolina, produtos químicos em geral e armazenamento de água
  • API 12F, destinada principalmente para serviços petrolíferos, também traz as características para a fabricação dos tanques que armazenam líquidos
  • API 620, que traz os padrões para os projetos de tanques de aço soldados, desde sua concepção até a construção. É voltada para tanques de armazenamento de fluidos de baixa pressão
  • API 651, que versa sobre a Proteção Catódica de Tanques de Armazenamento de Petróleo de Superfície
  • API 652, que rege Tanques de Armazenamento de Petróleo de Superfície Abastada
  • API 653, que trata sobre a Inspeção, Reparo, Alteração e Reconstrução de Tanques
  • API 2015, que determina os padrões de Entrada e Limpeza de Tanques de Armazenamento de Petróleo, Planejamento e Gerenciamento da Entrada de Tanques desde o Descomissionamento até o Recomissionamento
  • API 2016, sobre Diretrizes e Procedimentos para Entrada e Limpeza de Tanques de Armazenamento de Petróleo na inspeção e manutenção
  • API 2350, que é sobre a proteção contra transbordamento de tanques de armazenamento em instalações petrolíferas
  • API 2550, sobre método de medição e calibração de tanques cilíndricos verticais
  • API 2000, que versa sobre os padrões de tanques de armazenamento atmosférico e de baixa pressão
  • API 520, sobre o dimensionamento, seleção e instalação de dispositivos de alívio de pressão em refinarias para mudanças na operação e serviço de tanques
  • API 2610, sobre o Projeto, Construção, Operação, Manutenção e Inspeção de terminais e Instalações de tanques na gestão.

E então?

Você viu que falamos sobre a importância de atender aos requisitos mínimos para efetuar a instalação de tanques industriais e o que dizem as normas técnicas e leis sobre o tema. E ainda, como as normas API se destacam neste cenário.

É essencial que se você tem interesse em adquirir um tanque industrial para o seu negócio, que você não só se aprofunde mais no assunto para entender quais quesitos precisam ser atendidos, como também, para optar por um fornecedor de qualidade.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo e faça o download gratuito do infográfico que elaboramos sobre os diferentes modelos de tanques industriais e suas aplicações!

Download infográfico Conheça os diferentes modelos de tanques industriais

Como identificar o modelo correto de tanque industrial conforme a atividade?

Como identificar o modelo correto de tanque industrial conforme a atividade?

A escolha do melhor tanque industrial é imprescindível para qualquer perfil de empresa. Seja ela química, cosmética, alimentícia, farmacêutica, petrolífera ou de outro segmento que demanda o armazenamento eficiente de fluidos.

Se levarmos em consideração que esse tipo de equipamento estará presente nos processos industriais por pelo menos mais 20 anos, fica clara a relevância do investimento certo nesse tipo de equipamento em termos operacionais!  

Confira, a seguir, quais os principais fatores para levar em consideração na hora de escolher um tanque industrial, quando optar por um horizontal ou vertical e como escolher pelo fornecedor certo na área.

O que levar em consideração na hora de escolher um tanque industrial?

Os tanques industriais podem ser utilizados em diversos processos, que vão desde a produção e o tratamento, até o transporte, refino, distribuição, além de inventários e reservas dos mais diversos tipos de fluídos.

O primeiro passo para determinar qual é o tanque mais adequado para a sua necessidade é elencar quais os líquidos ou gases comprimidos que farão parte dos seus processos. Dentre os usos mais comuns, destacamos:

  • Matérias-primas, em que são armazenadas grandes quantidades de suprimentos indispensáveis para o funcionamento das plantas industriais, desde gases até líquidos inflamáveis
  • Produtos intermediários, que podem ser produtos finais para determinadas unidades e matéria-prima para outras, possibilitando operações conjuntas
  • Produtos finais, que representam os itens acabados à espera da distribuição
  • Resíduos, em que são armazenados produtos que estão aguardando reprocessamento ou destinação final, oriundos de operações indevidas ou fora de especificação.

Ao ter clareza sobre qual o tipo de fluído que será processado pelo seu tanque industrial, é preciso fazer algumas ponderações sobre as características físicas e funcionais que serão necessárias para o equipamento.

Entre os principais pontos que os gestores devem destacar para garantir pleno alinhamento do tanque a sua estrutura e às necessidades da indústria, destacamos os seguintes questionamentos:

  • Qual é o espaço disponível para a instalação do tanque?
  • Qual a capacidade de armazenamento necessária?
  • Qual o orçamento disponível?
  • Qual a temperatura de desenho?
  • Qual a frequência necessária de drenagens?
  • Qual o tipo de aço necessário para o armazenamento dos produtos?
  • Existe a necessidade de resfriar ou aquecer os fluídos?
  • Será necessário transportar líquidos?

Com todas essas questões listadas e informadas ao fabricante, que deverá prestar auxílio no processo de escolha do melhor modelo de tanque industrial, será mais fácil e assertivo optar entre um tanque vertical ou horizontal.

Quando optar por um tanque vertical ou horizontal?

Depois de toda a análise inicial para a escolha do tanque industrial, é preciso escolher entre os dois principais tipos disponíveis para a indústria, levando em consideração suas características e vantagens mais marcantes:

Tanques horizontais

Tanques horizontais

Os tanques industriais cilíndricos horizontais são geralmente utilizados em processos com consumo reduzido de fluídos.

Por contarem com um revestimento interno diferenciado, eles garantem máxima eficiência no armazenamento dos mais variados tipos de líquidos.

Suas características físicas exigem maior uso do espaço físico, por isso são recomendados em indústrias em que sua disponibilidade não é um empecilho.

Eles são mais vantajosos em negócios com necessidade de transporte de fluídos, já que são normalmente equipados com recursos que suportam e facilitam esse deslocamento.

Outro benefício dos tanques horizontais está relacionado às indústrias com espaço físico em que há restrição de altura, já que sua estrutura é significativamente mais baixa que a dos tanques verticais.

Tanques verticais

Tanques verticais

Mais recorrente entre as indústrias, o uso dos tanques cilíndricos verticais é mais recomendado quando a demanda pelo estoque de fluídos é relativamente alta.

Dispensando preocupações e adequações em relação à sua resistência, esse tipo de tanque industrial pode ser adequado a diferentes capacidades de armazenamento, que podem ser alternadas.

Seu tipo de revestimento varia de acordo com o tipo de fluído armazenado, bem como, suas características de segurança.

A grande vantagem dos tanques verticais de fundo plano está na possibilidade de conter grandes volumes por um baixo custo. A única limitação está no uso de pressões internas, que devem ser pequenas ou apenas relativas à atmosférica.

Essa característica, porém, garante melhor eficiência energética, já que eles demandam menos energia de bombeamento graças à ação da gravidade.

Os tanques horizontais exigem algum tipo de suporte ou base para que sejam instalados em uma superfície plana. Já os verticais se destacam por sua estabilidade na contenção de líquidos, como água ou fertilizantes.

Os modelos verticais também garantem que a pressão seja distribuída de maneira mais uniforme, o que os torna mais seguros.

Por fim, os tanques verticais demandam menos espaço para instalação em terra. Isso favorece principalmente pequenas indústrias, que contam com estrutura mais limitada.

Qual o perfil ideal de fornecedor para esse tipo de equipamento?

Com base nas informações ponderadas até aqui, o fabricante do seu tanque industrial será responsável por todos os cálculos que definirão a escolha do melhor modelo e das características ideais para a sua empresa!

Com conhecimento e experiência na área, o fornecedor deverá avaliar condições operacionais mínimas relacionadas a volume, temperatura, peso do líquido armazenado, corrosão admissível, velocidade do vento e coeficientes sísmicos.

Outro ponto imprescindível é o pleno atendimento às normas técnicas que regem a construção de tanques industriais, que são:

  • API 620 – Design and Construction of Large Welded Low Pressure Storage Tanks
  • API 650 – Welded Steel Tanks for Oil Storage
  • API 653 – Above Ground Storage Tank Inspector Program
  • NR 20 – Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis
  • NBR-7821 – Tanques Soldados para Armazenamento de Petróleo e Derivados ABNT NBR 17505-1 – Armazenamento de Líquidos Inflamáveis – Disposições Gerais
  • ABNT NBR 17505-2 – Armazenamento de Líquidos Inflamáveis – Armazenamento em Tanques e Vasos
  • ABNT NBR 17505-5 – Armazenamento de Líquidos Inflamáveis – Operações
  • ABNT NBR 17505-6 – Armazenamento de Líquidos Inflamáveis – Instalações e Equipamentos Elétricos
  • ABNT NBR 17505-7 – Armazenamento de Líquidos Inflamáveis – Proteção contra incêndio para Parques de Armazenamento com Tanques Estacionários
  • ASME VIII – Div. I, Conforme Norma API 650 12º Edição – Apêndice A.

Com mais de 50 anos de experiência na área, a Fimaco é referência absoluta em tanques industriais e está pronta para atender com excelência a todos os requisitos descritos até aqui!

Por meio de produtos de alta eficiência, atendemos empresas de todos os portes e ramos da indústria, prezando por uma política de qualidade que visa garantir as melhores soluções aos nossos clientes.

Quer contar com o nosso conhecimento, experiência e comprometimento para a produção e instalação do seu tanque industrial? Então clique abaixo, entre em contato conosco e solicite um orçamento sem compromisso!

Solicitar orçamento

Diferenciais exclusivos que apenas nossos clientes possuem

Diferenciais exclusivos que apenas nossos clientes possuem

Um gestor industrial que deseja o melhor para o início dos seus processos sabe como é importante analisar com cautela as parcerias firmadas junto aos seus fornecedores, já que elas influenciam diretamente a qualidade final de seus produtos.

Além do prestígio que a destaca no cenário nacional e internacional, a Fimaco acumula uma série de diferenciais que a tornam a melhor escolha para os clientes que prezam por tradição, inovação e excelência nos seus equipamentos.

Descubra, a seguir, quais os fatores que a tornam uma excelente opção em seu mercado de atuação e quais os diferenciais exclusivos que seus clientes possuem!

Por que optar pela Fimaco?

Nós da Fimaco oferecemos soluções completas, integradas e inovadoras na transformação e no armazenamento de combustíveis e produtos em energia.

Com base em relações sólidas e sustentáveis com nossos clientes, exportamos soluções tecnológicas para diversos países da América Latina, que contribuem para a base de excelência que hoje nos posiciona como referência no setor.

Entre os princípios que norteiam as atividades e nos tornam destaque nos segmentos de tanques industriais, reciclagem animal, energia e biomassa, estão os valores de:

  • Integridade, que diz respeito ao compromisso contínuo de praticar um relacionamento positivo, honesto e confiável junto aos parceiros
  • Criatividade e inovação, que representam os desafios diários dos gestores em prol da manutenção da melhoria contínua
  • Responsabilidade, que demonstra o foco na excelência, meio para que a eficácia pessoal e de equipe tragam sempre os resultados esperados
  • Consciência, que destaca o comprometimento com os melhores padrões possíveis de qualidade e segurança, a fim de garantir um trabalho sempre livre de erros.

Com uma história que teve início em 1970 na cidade de Esperanza, Santa Fé, Argentina, mantemos o foco na qualidade e na responsabilidade com nossos parceiros, aliando sempre a tradição com o que há de mais inovador na área.

Reafirmando o compromisso com o público interno e externo, mantemos um severo padrão de melhoria contínua, desenvolvendo estratégias para a manutenção da cultura de qualidade que é refletida em nossos produtos.

Quais os diferenciais exclusivos que só nossos clientes possuem?

Colaboradores da Fimaco

Mais que o histórico e os compromissos que nos reafirmam como a melhor opção para o início dos seus processos industriais, ainda dispomos de alguns diferenciais exclusivos que nos tornam ainda mais vantajosos para nossos clientes!

Entre os diferenciais exclusivos que só os nossos clientes possuem, estão pontos como:

Integração entre o departamento comercial e de engenharia

Por meio de um padrão organizacional que integra as equipes de engenharia no mesmo ambiente em que a equipe comercial, nossos profissionais conseguem realizar um atendimento com foco integral nas demandas e necessidades de nossos clientes.

Dessa maneira, a execução de cada projeto é feita com os melhores níveis de inovação e qualidade possíveis, através de um atendimento alinhado com a execução e pautado no melhor padrão orçamentário, de assistência técnica e pós-venda.

De acordo com o consultor do Frigorífico Gessner, Murilo, ao optarem pela instalação de uma planta de reciclagem animal da Fimaco, um ponto diferencial notado foi a conexão entre os times de engenharia e vendas.

“Quero aproveitar para elogiar toda a parte comercial e de engenharia da Fimaco. […] Normalmente o comercial e as engenharias não são integradas, e na Fimaco não foi assim. A gente tem só a elogiar, tudo que foi tratado comercialmente está acontecendo também na parte de engenharia. ”

Acesso online a todo o projeto e aos testes antes da entrega

Ao contrário de outras empresas do mesmo ramo, que só permitem que os clientes atestem o padrão acordado no orçamento após a execução dos projetos, nós oferecemos acesso online a todas as etapas, bem como, aos testes padrões.

Isso permite que os próprios clientes possam verificar a qualidade das obras, tendo ainda mais tranquilidade em relação à entrega e liberdade para realizar eventuais adequações, em uma fase que elas sejam mais fáceis e menos onerosas.

Essa vantagem ainda elimina as barreiras físicas que eventualmente gastam o tempo e o dinheiro dos gestores que precisam se deslocar para conferir a execução dos projetos e os seus testes de qualidade, que assim podem ser conferidos online.

Como se não bastasse, isso ainda diminui os impasses burocráticos durante as conferências realizadas pelas equipes internas e gerenciais, que passam a ter uma fonte integrada e atualizada de informações em qualquer dispositivo móvel ou desktop.

Mais de 40 anos de experiência no mercado

Só uma empresa que já está há 4 décadas promovendo inovação e investindo no desenvolvimento de novas tecnologias é capaz de atingir um nível excepcional de qualidade nas soluções que entrega e de satisfação nas parcerias que firma.

Com seu comprometimento e expertise, a Fimaco rapidamente conquistou a posição de líder no mercado argentino, o que a alavancou em todo o cenário latino americano, onde coleciona cada vez mais parceiros e destaque nos países em que atua.

Quem investe nos tanques industriais, soluções de reciclagem animal ou energia e biomassa da empresa, acumula a excelência, além da certeza e da tranquilidade, de quem há 40 anos preserva parcerias de grande relevância e sucesso.

Entre os produtos desenvolvidos pela Fimaco ao longo de sua história, destacam-se soluções específicas para os segmentos:

  • De tanques industriais, que atendem às fases de produção, tratamento, transporte, refino e distribuição, além de inventários e reservas para indústrias químicas, cosméticas, alimentícias, farmacêuticas e petrolíferas
  • Plantas de reciclagem animal, que é indispensável para as indústrias alimentícias garantirem um melhor destino aos resíduos animais
  • Energia térmica, por meio de caldeiras, soluções de secagem, plantas inteiras de geração e pátios de biomassa, que incluem sistemas completos para recepção, processamento, classificação, manuseio e armazenagem de todo tipo de biomassa.

E você, precisa de alguns desses processos na sua indústria? Quer desfrutar dos diferenciais exclusivos que só a Fimaco tem? Então entre em contato agora mesmo com a nossa equipe e descubra a solução que mais se encaixa para sua empresa!

Solicitar orçamento

Vantagens e cuidados em possuir tanques industriais de combustíveis próprios

Vantagens e cuidados em possuir tanques industriais de combustíveis próprios

Você já ponderou a possibilidade de ter tanques industriais próprios para armazenar combustíveis dentro da sua empresa ou fazenda? Se você ainda não pensou nisso, que tal começar a pensar nessa possibilidade?

O Brasil é um dos países que mais fazem uso de combustíveis para o transporte rodoviário seja de produtos agrícolas ou manufaturados. Por isso, possuir tanques industriais pode representar um ganho logístico e de gestão bastante importante para qualquer tipo de empresa que tenha uma frota de veículos razoável.

Mas para isso, alguns parâmetros precisam ser considerados antes de definir essa possibilidade em possuir tanques industriais de combustíveis próprios.

Conheça os parâmetros que devem ser considerados nessa definição, os tipos de tanques de armazenamento mais recomendados e as principais vantagens em ter seus próprios tanques industriais.

[Infográfico] Conheça os tipos de tanques industriais e a eficiência de cada um deles | Fimaco

Por que ter seus próprios tanques industriais de combustíveis?

Para alcançar a máxima lucratividade, qualquer empresa, independente do seu ramo de atuação, precisa gerenciar seus custos da melhor forma possível, buscando reduzi-los. E uma parcela importante destes custos têm relação com o consumo de combustível.

Assim, muitos empresários tomam a decisão de montar um sistema próprio de abastecimento para suas frotas, mas para isso visam analisar alguns parâmetros.

O parâmetro mais importante que ajudará nessa decisão é verificar qual o consumo mensal médio de combustível da frota. Com base nestes dados o empresário deve fazer as contas buscando comparar o abastecimento em um posto terceirizado ou ter um tanque próprio.

O empresário deve lembrar-se também de incluir nestes cálculos o gasto que ele teria com o deslocamento para um posto terceirizado.

Benefícios de ter seus próprios tanques industriais de combustível

Ao pensar na possibilidade de ter seus próprios tanques industriais, o empresário, seja ele ligado à indústria ou ao agronegócio, poderá se beneficiar de diversas vantagens operacionais, econômicas e até qualitativas.

Entre os principais benefícios dessa possibilidade pode-se citar:

Controle de qualidade de combustível

A possibilidade de dispor de tanques industriais próprios para abastecer sua frota ajuda a melhorar o controle de qualidade de seus combustíveis, principalmente contra combustíveis adulterados, uma vez que o empresário pode escolher e analisar a certificação do fornecedor.

Esse simples fator de ter um combustível livre de contaminação ou adulteração é de suma importância para garantir a longevidade de caminhões e máquinas.

Controle de consumo de combustível

A possibilidade de ter um sistema próprio para abastecer a frota gera maior controle quanto ao consumo de combustíveis, permitindo assim uma avaliação mais detalhada do rendimento de toda a frota.

Com isso, será possível ter maior rapidez e disponibilidade de combustível (24 horas por dia, 7 dias por semana), além de evitar custos com deslocamento permitindo que os veículos e máquinas permaneçam por mais tempo trabalhando.

Além disso, quando se faz uma compra em grande quantidade de óleo combustível, há maior capacidade de negociação com fornecedores, podendo gerar uma importante economia na hora da compra.

Qual o melhor tipo de tanques industriais para combustíveis?

Para o armazenamento de combustíveis há a possibilidade de adotar tanques subterrâneos e aéreos, sendo esse segundo o mais popular para armazenamento de combustíveis em empresas e fazendas.

Instalado logo acima do solo, este tipo de tanque é considerado a alternativa mais segura quando comparada aos tanques subterrâneos, pois permite um acesso mais rápido para a realização de inspeções para monitorar possíveis vazamentos e/ou corrosões. Essa facilidade de acesso também permite praticidade para a armazenagem e limpeza do tanque.

Além disso, tanques industriais aéreos de combustíveis contemplam diversas configurações de volume, abrangendo de 5 mil litros até 60 mil litros, possibilitando seu uso em diversas necessidades.

Vale lembrar ainda que ao selecionar um local apropriado para a instalação do tanque, é muito importante considerar o impacto que essa instalação pode ter sobre a água do solo e outros recursos hídricos.

Exatamente por isso é sempre importante procurar informações sobre as licenças ambientais e as normas de segurança para a instalação desse tipo de sistema.

Escolha sempre um fabricante de tanques industriais

Definida a necessidade de ter um tanque para armazenar o próprio combustível e a vantagem econômica e operacional dessa necessidade chegou a hora de escolher o fabricante que irá oferecer esse produto e esse fabricante tem que ser o melhor!

Escolha sempre um fabricante de tanques industriais | peça um orçamento com a gente! | Fimaco

Para essa escolha é importante analisar:

  • Qualidade dos materiais. Lembrando que tanques industriais podem ser construídos com aço carbono, aço inox e mais recentemente tanques de polipropileno;
  • Qualidade do processo construtivo, garantindo ótima resistência física e mecânica;
  • Seguimento de todas as normas construtivas, ambientais e de segurança, tais como: API, ISO, NR, ACI e ASME;
  • Presença de bons profissionais responsáveis pela construção, montagem e manutenção;

Dessa forma, para se certificar de que está comprando tanques industriais de combustível de alta qualidade, boa durabilidade e máxima segurança, é sempre aconselhável buscar por um fabricante confiável, e que tenha anos de experiência no fornecimento de tanques de armazenamento.

Ficou curioso e quer saber mais? Então conheça os principais tipos de tanques neste infográfico 

5 dicas para ter uma base forte para um tanque de armazenamento

5 dicas para ter uma base forte para um tanque de armazenamento

O tanque de armazenamento é um equipamento cada vez mais imprescindível em diversos processos, desde variadas indústrias até propriedades rurais. Todos sabemos que este tanque deve ter a máxima qualidade, visto que ele será utilizado para armazenar líquidos por muitos anos, tendo um uso quase que permanente.

Será exatamente devido a essa longevidade que um bom tanque de armazenamento deve ter, além de boa qualidade construtiva e materiais de qualidade, uma base adequada capaz de oferecer o suprimento de líquidos de forma segura e eficiente.

Por isso, alguns aspectos precisam ser considerados para que a base do tanque de armazenamento seja a mais sólida possível, possibilitando que esse equipamento não sofra avarias e dure por mais tempo.

Quer conhecer a importância da base do tanque de armazenamento e os aspectos mais importantes? Então confira o nosso post de hoje.

[Infográfico] Conheça os tipos de tanques industriais e a eficiência de cada um deles | Fimaco

Projeto eficiente: fundamental para a base do tanque de armazenamento

Para que atinja a vida útil esperada e mantenha a qualidade do líquido armazenado, todo tanque de armazenamento deve ser muito bem projetado, além de usar sempre os melhores materiais. Mas se a base deste tanque não for pensada com o mesmo cuidado, o projeto pode literalmente ir por água abaixo.

Assim, as etapas de preparação, projeto técnico/executivo e as análises antecipadas do local de instalação do tanque são fundamentais, já que serão elas as responsáveis por garantir que o suprimento de armazenamento de líquidos seja eficaz, seguro e permaneça por muitos anos no local.

Esses fatores são ainda mais importantes quando consideramos que o tanque de armazenamento de líquidos é considerado um reservatório estático, sem possibilidade de movê-lo.

Dicas para uma boa base do tanque de armazenamento

Como já dito, o projeto para a base do tanque deve considerar diversos fatores de suma importância, estes estão relacionados principalmente com o tipo e características do terreno onde o tanque de armazenamento será instalado. As dicas para garantir uma boa base são:

  1. Mantenha a base do tanque sempre consistente

Quando se trata da base para qualquer tanque de armazenamento de líquidos, certifique-se de usar apenas um tipo de material no terreno, caso contrário, sérios problemas podem representar graves consequências.

Por exemplo: Se um tanque é colocado em uma base que é meio concreto e meio terreno natural é bastante possível que uma das superfícies se desloque ou se realinhe. Tal fato pode acontecer depois de algum evento climático (caso de fortes chuvas), fazendo com que o tanque também de desalinhe (podendo até desabar).

Então, independente da base usada, é essencial usar apenas um tipo de material – como cascalho, concreto, madeira, etc.

  1. Certifique-se de que haja uma boa drenagem

Uma boa drenagem em torno da base do tanque de armazenamento é muito importante, principalmente em virtude de fortes chuvas capazes de causar erosão, tornando a base instável. Isso ocorre geralmente em solo natural ou em uma base de terra.

Portanto, certifique-se em fazer uma boa drenagem, especialmente em locais onde haja excesso de chuvas, capazes de potencializar uma erosão.

  1. Mantenha o tanque em um local mais elevado

Para a instalação dos reservatórios é sugerido encontrar um local um pouco mais elevado. Tal escolha ajudará a proteger o tanque de armazenamento contra a erosão e possíveis inundações no futuro.

Casa seja necessário, instale um deck elevado de concreto ou outra superfície elevada antes de instalar o tanque, garantindo que o posicionamento seja um pouco mais alto do que a área ao redor. É importante certificar-se que essa elevação esteja solidamente construída e não se mova quando o tanque estiver instalado no lugar.

  1. Remover pedras e demais detritos

Pequenas quantidades de rochas, raízes de árvores ou outros obstáculos são capazes de reduzir a solidez da base, colocando pressão adicional em uma parte específica do tanque, ocasionando problemas que podem ser bastante sérios.

Projeto de tanque de armazenamento Fimaco

Portanto, antes de instalar o tanque é necessário certificar-se de fazer uma limpeza completa do local, removendo quaisquer pedras, raízes ou outros materiais maiores, inclusive aqueles abaixo da superfície.

  1. Sempre escolha tanques de qualidade

Além de priorizar os cuidados relacionados à base já citados, é importante que a qualidade do tanque também seja priorizada, possibilitando proteção contra impactos e outros fatores.

Hoje em dia, os tanques de armazenamento mais modernos são projetados para resistir a esses impactos, já que suas formas construtivas, em múltiplas camadas e materiais de qualidade, tornam o tanque mais resistente para lidar com uma emergência imprevista.

Quer saber mais sobre a importância da qualidade do tanque de armazenamento? Então confira nosso artigo sobre o tema