Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/storage/9/2d/f0/fimacodobrasil/public_html/blog/wp-content/themes/Divi/includes/builder/functions.php on line 5892
Planta de reciclagem animal: você sabe como realizar a limpeza dos equipamentos?
Escolha uma Página

Você realiza a limpeza dos equipamentos da sua planta de reciclagem animal constantemente? Esta é uma prática indispensável para frigoríficos que processam resíduos animais. 

A importância desta higienização está em evitar vetores de doenças e geração de odores, contribuindo para uma atuação mais sustentável.

Nesse sentido, abordamos a seguir qual é a relevância das rotinas de limpeza de equipamentos em seu frigorífico, quais são as principais recomendações do MAPA, e ainda, quais processos de limpeza e higienização podem ser implementados. Confira!

Entenda a importância da limpeza dos equipamentos na reciclagem animal

Entre as boas práticas da reciclagem animal está a limpeza adequada dos equipamentos. Como se tratam de atividades envolvendo matéria-prima de origem animal, é fundamental adotar medidas preventivas e de higiene para evitar problemas na planta, como o acúmulo de resíduos nas etapas do processo produtivo. 

Quando há este acúmulo nos equipamentos, a planta pode sofrer com a ocorrência de vetores e odores, por exemplo. 

Por isso, a área onde os equipamentos de reciclagem animal operam deve estar sempre higienizada.

O funcionamento da planta de reciclagem animal envolve em geral muitos cuidados, relacionados principalmente à redução do impacto ambiental. Nesse sentido, realizar a limpeza regular dos equipamentos contribui de forma indireta para o tratamento de gases e odores, uma vez que evita a poluição atmosférica.

A seguir, entenda quais são as principais recomendações de higiene a serem seguidas!

Recomendações de higiene para plantas de reciclagem animal

Como a reciclagem animal está relacionada a questões ambientais, um dos órgãos que regulariza as atividades deste setor é o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). É possível encontrar diversos requisitos e recomendações na Instrução Normativa 34/2008, publicada pelo Ministério. 

Esta instrução diz respeito ao regulamento técnico da inspeção higiênico sanitária e tecnológica do processamento de resíduos de animais.

O MAPA recomenda que a empresa que lida com o processamento destes resíduos tenha espaços suficientes para atender a todas as operações, permitindo a higienização adequada tanto das instalações, como dos equipamentos e utensílios utilizados. 

Além disso, a higiene dos edifícios, equipamentos, utensílios e instalações deve ser mantida antes, durante e após o processamento dos resíduos. 

Outro ponto importante na Instrução Normativa determina a identificação e armazenamento de produtos de limpeza em local adequado, que seja fora de áreas de processamento e armazenagem do produto acabado.

O Manual de Ações Ambientais Estratégicas, publicado pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB) e voltado para as plantas de reciclagem, também recomenda:

“As áreas do processo produtivo, principalmente a área de circulação de matérias-primas, devem ser revestidas de pisos impermeáveis e devem ser higienizados diariamente. As paredes, cantos e equipamentos também devem ser inclusos na rotina de higienização da empresa, de forma a serem criados cronogramas de limpeza, evitando-se dessa forma, qualquer acúmulo inesperado nas instalações da empresa.”

Uma prática que pode contribuir para a implementação das medidas de higiene necessárias é o treinamento das equipes que operam os equipamentos, bem como dos profissionais responsáveis pela limpeza do local. 

Processos de limpeza e higienização de equipamentos

Você pode adotar diversos processos de limpeza de equipamentos em seu frigorífico. Os principais, recomendados no Guia Técnico Ambiental de Graxarias, também publicado pela CETESB, são:

  • Os materiais que caem nos pisos do local de processamento devem ser recolhidos a seco imediatamente e colocados em recipientes específicos para que possam retornar ao processo
  • Os resíduos do processamento podem ser removidos com jatos de água direcionados aos drenos ou canaletas
  • Ao final de cada turno de produção, ou ainda de um lote de produção, é preciso enxaguar com água de mangueiras de baixa pressão todas as áreas de processo e seus respectivos equipamentos. Após este enxágue, aplica-se uma solução diluída de detergente apropriado sobre todas as superfícies
  • Depois de 20 minutos decorridos do processo anterior, estas superfícies devem ser enxaguadas com água quente à alta pressão
  • Uma opção para complementar a limpeza é utilizar uma solução diluída de composto sanitizante como um spray, após o enxágue das superfícies.

É essencial destacar que os produtos de limpeza são formulados para situações específicas. Assim, existem produtos para limpezas mais completas e difíceis, e outros para usos gerais. 

Ainda, o nível de limpeza pode variar conforme os produtos utilizados, o tempo de ação, quantidade e temperatura da água, ou mesmo o grau de ação mecânica aplicada.

Isso quer dizer que quando a intensidade de um destes elementos é reduzida, outro aspecto pode ser elevado para que seja possível atingir o mesmo resultado na limpeza. Ou seja, trata-se de uma compensação. 

Este princípio também pode ser aplicado no sentido contrário. Por exemplo, se for utilizada uma pressão maior da água, a quantidade pode ser reduzida. 

E então?

Como você viu, a limpeza dos equipamentos de uma planta de reciclagem animal é fundamental para o bom funcionamento do frigorífico, assim como a redução do impacto ambiental.

Órgãos como o MAPA e a CETESB recomendam que sejam implementadas rotinas de limpeza tanto nos equipamentos utilizados como no local onde são realizados os processos produtivos. 

Uma das vantagens da limpeza regular nos equipamentos é a redução da poluição atmosférica. Se você deseja se aprofundar neste assunto, clique aqui e entenda como funcionam os métodos de tratamento de odores em graxarias!


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0