Escolha uma Página

Os tanques industriais são imprescindíveis para qualquer tipo de indústria! Empregados para as mais diversas funções, eles possuem diferentes modelos e formas, que podem ser utilizados desde o início até as últimas etapas dos processos produtivos. 

Descubra neste conteúdo o que são os tanques industriais, quais são suas utilidades e a diferença entre os modelos verticais e horizontais! Continue a leitura!

O que são tanques industriais e para que eles servem?

Geralmente empregados no armazenamento de líquidos e gases, os tanques industriais são recipientes estáticos com dimensões variáveis, que vão desde pequenas unidades com menos de 1m até opções com mais de 50m de diâmetro.

Sua construção é marcada pelo uso de materiais de alta resistência, a fim de garantir a maior eficiência possível. Os principais deles são o aço inoxidável e o carbono.

Empregados em uma ampla gama de processos industriais, os tanques podem atender desde a produção e o tratamento de materiais, até o transporte, refino e distribuição, bem como inventários e reservas.

Diversos segmentos da indústria utilizam os tanques, sendo que os mais comuns deles são o químico, cosmético, alimentício, farmacêutico e petrolífero.

Confira com mais detalhes, no item a seguir, quais são as finalidades mais comuns dos tanques industriais.

Quais são as suas principais funcionalidades?

Enquanto equipamentos voltados ao armazenamento de líquidos e gases comprimidos, os tanques industriais podem ser classificados de diversas maneiras, que levam em consideração o seu tipo de uso. São elas:

  • Tanques de matérias-primas, responsáveis pelo armazenamento de grandes quantidades de suprimentos indispensáveis para as plantas industriais, que incluem desde gases até líquidos inflamáveis
  • Tanques de produtos intermediários, que inclui o estoque de produtos finais em determinadas unidades e matérias-primas para outras, tornando possíveis operações conjuntas
  • Tanques de produtos finais, que desempenha a função de estocagem para produtos acabados antes de sua distribuição final
  • Tanques de resíduos, em que são armazenados produtos provenientes de operações indevidas ou fora de especificação, que estão em processo de espera para reprocessamento ou destino.

O armazenamento possibilitado pelos tanques industriais é imprescindível para qualquer produção, já que atua como um pulmão entre a produção e o transporte, possibilitando a absorção de eventuais variações de consumo.

Além disso, eles também fornecem flexibilidade operacional aos processos produtivos e atuam como um ponto de referência para a medição de despachos.

Mais que a classificação pelo tipo de uso, os tanques industriais também podem ser divididos entre verticais e horizontais, que possuem funções distintas. Saiba mais sobre as suas diferenças no próximo item.

Qual a diferença entre os tanques industriais cilíndricos verticais e horizontais?

Outra forma comum de classificação para os tanques industriais os separam em dois grandes grupos: os tanques cilíndricos verticais e os horizontais.

Para definir qual é o mais adequado para cada processo, é preciso ponderar suas principais características e funcionalidades. Confira:

Tanques industriais cilíndricos verticais

São os tanques industriais mais comuns do mercado, sendo capazes de se adequar a capacidades alternadas de armazenamento, sem grandes preocupações em relação à sua resistência, que é significativamente elevada.

Seu uso mais comum se dá quando a demanda pelo estoque de fluidos é relativamente grande, contando inclusive com revestimento interno feito por meio de materiais diferenciados.

O tipo do material escolhido para o revestimento varia conforme as características físicas do material armazenado, bem como, suas necessidades de segurança.

Os tanques industriais cilíndricos de fundo plano se destacam pela capacidade de armazenar grandes quantidades volumétricas a baixo custo. Sua única limitação é o uso da pressão atmosférica ou de pressões internas relativamente pequenas.

Tanques industriais cilíndricos horizontais

O uso mais comum dos tanques industriais horizontais se dá em processos com baixo consumo de fluido.

Assim como a opção anterior, seu revestimento interno é diferenciado e pode variar de acordo com a eficiência desejada em relação ao líquido armazenado.

Ao contrário dos verticais, os tanques horizontais não precisam limitar-se ao uso de pressões muito baixas, mas sua instalação demanda mais espaço físico no solo, o que pode atrapalhar indústrias em que o espaço disponível é um empecilho técnico.

E então?

Você viu que falamos sobre o que são os tanques industriais, quais suas funcionalidades e ainda, as diferenças entre os modelos verticais e horizontais.

Esse entendimento é essencial para que sua escolha seja mais eficaz e proporcione maior produtividade e qualidade nos processos do seu negócio.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo e confira nosso infográfico gratuito com outros detalhes importantes sobre os tanques industriais e as aplicações de cada modelo!Download infográfico Conheça os diferentes modelos de tanques industriais